Tráfego Orgânico e Tráfego Pago TurboMKT 2019 | Blog TurboMKT
Blog TurboMKT
Compartilhe!

Tráfego Orgânico e Tráfego Pago TurboMKT 2019

Introdução

Nesse artigo você vai entender algumas diferenças entre Tráfego Orgânico e tráfego pago.

O tráfego nada mais é do que as visitas que chegam ao seu anúncio utilizado para conversão em venda de um produto – nas mídias sociais ou em posts no blog.

Quando você cria um conteúdo estratégico com técnicas de conversão, é necessário que pessoas acessem o seu conteúdo, de forma recorrente e constante ao longo do tempo – assim, você tem a possibilidade de sempre conseguir retornos financeiros com milhares de conteúdos que por si só se divulgam, como um artigo bem posicionado, um vídeo em alta no Youtube, um anúncio bem segmentado, etc.

Todos que trabalham com marketing de afiliados devem estudar sobre o tráfego, bem como as formas de atrair tráfego, tráfego orgânico, tráfego pago, para que saibam alavancar o seu negócio, pois ele é um dos fatores determinantes do sucesso de um empreendedor digital.

Porém, o que vai determinar se uma pessoa deve escolher pelo tráfego pago ou pelo tráfego orgânico são condições específicas, como a plataforma que escolheu para trabalhar, as condições de investimento, o tempo em que deseja ver os resultados, dentre outros fatores.

Portanto, vamos aqui elencar alguns fatores sobre cada tipo de tráfego, o tráfego orgânico e o tráfego pago, para que você saiba identificar qual é o melhor investimento que você deve fazer agora, ou até mesmo se deve investir nos dois.

De início, é importante que você saiba que o tráfego é o seu principal aliado e o pilar de um negócio de sucesso, que dá certo e multiplica resultados a longo prazo, sendo imprescindível a sua dedicação a ele, através de estudo, investimento, aplicação de conhecimento e análise de resultados.

Tráfego Orgânico e Tráfego Pago

Então, vamos iniciar falando um pouco sobre o tráfego orgânico.

 

Tráfego Orgânico

 

Quando não investimos nenhum valor na divulgação para atrair pessoas interessadas em nosso conteúdo, seja ele em qual plataforma for, estamos utilizando o tráfego orgânico.

Assim, o tráfego orgânico nada mais é do que o tráfego gratuito, que não precisa de pagamento para o seu impulsionamento na internet.

Uma das melhores formas de atrair pessoas para o seu conteúdo de forma gratuita é entendendo a sua persona e as razões pela qual acessa a internet: pode ser para conseguir informações, entretenimento, encontrar pessoas com os mesmos interesses que os seus, realizar compras, etc… São diversos motivos que fazem a pessoa acessar a internet, mas na maioria das vezes estão relacionados às razões que mencionei acima.

Portanto, para atrair tráfego orgânico é necessário dar para as pessoas o que elas procuram, saciar a razão pela qual elas estão na internet, seja através de alguma informação de valor, ou ajudar ela a se conectar com pessoas que possuem o mesmo objetivo (como grupos, páginas no Facebook), e milhares de outras formas que você deve explorar.

O ideal é você se colocar no lugar de seu público-alvo, entender o seu comportamento e descobrir a forma de atrair estas pessoas até você, utilizando iscas para que essa pessoa tenha acesso ao que você divulga e ao que pretende que ela compre.

Assim, a divulgação do tráfego orgânico será através de duas formas: 1) a busca da pessoa nos mecanismos de pesquisa da plataforma em que está o seu anúncio, ou 2) a recomendação do conteúdo pela pessoa que gostou do que você ofereceu e indicou para outra pessoa.

Tráfego Orgânico

Mesmo que não tenha condições de investir no tráfego pago ainda, saiba que este tipo de tráfego também tem um custo: o seu tempo em criar conteúdos e estudar qual a melhor forma de entregar valor ao seu público.

Portanto, você deve avaliar se possui tempo, disponibilidade e conhecimento o suficiente para fazer com que as pessoas cheguem de forma espontânea até você – valendo lembrar que neste tipo de tráfego, o seu conteúdo deve ser impecável e irresistível ao seu público, já que ele é a única coisa que irá atrair as pessoas até o seu anúncio.

Além disso, o tráfego orgânico pode demorar mais para te garantir resultados: é necessário perseverança, persistência e consistência no trabalho, pois ele demora mais para funcionar, principalmente quando o empreendedor ainda não tem autoridade (Saiba como conquistar a sua autoridade em 3 passos simples – Clique Aqui)

Por outro lado, mesmo que você já tenha decidido investir no tráfego pago, é importante também conhecer como funciona o orgânico, para que você aprenda sobre estratégias de persuasão, como atrair as pessoas, como escrever textos que vendem, e etc.

 

Tráfego Pago

Através de anúncios, você pode selecionar pessoas interessadas no seu nicho, como acontece no Facebook, onde a divulgação é segmentada para um público em específico, mediante informações dadas por você ou pelo próprio Facebook nas campanhas.

Tráfego Pago

Neste modelo de investimento, ocorre o CPC – Custo Por Clique, onde você só paga se alguém se interessar e clicar no seu anúncio, o que é muito interessante, pois você só pagará quando encontrar pessoas que realmente estão engajadas com o seu assunto, além de que é você quem determina quanto pagará por cada campanha, podendo definir o quanto pagará por dia ou por mês, o que te dá maior controle sobre o investimento.

Se você não possui tanto tempo e deseja ver mais resultados a curto prazo – principalmente se já possui outros negócios em atuação, o tráfego pago pode trazer um bom retorno, uma vez que pode atrair um público mais segmentado e de forma mais rápida.

O interessante no tráfego pago também é o Remarketing, onde a plataforma que você utiliza apresenta para a pessoa anúncios que ela já tenha se interessado anteriormente, para incentivar com que a pessoa compre o produto ou serviço.

Tráfego Orgânico e Tráfego Pago | Produto e Serviços

Quando as pessoas visualizam um produto, mas por algum motivo não realiza a compra, o remarketing faz com que a pessoa receba novamente a oferta relacionada ao tipo de compra que as pessoas desejam, em qualquer rede social que esteja.

Por esta razão o tráfego pago traz mais oportunidades de segmentação de um produto, uma vez que a oferta geralmente aparece para as pessoas que já tem um interesse em adquiri-lo, o que muitas vezes não pode acontecer no tráfego orgânico, ou acontece de forma mais demorada, uma vez que ele é mais abrangente e não dá tanto a oportunidade de controle de audiência como os anúncios pagos.

Algumas ferramentas que você pode utilizar para investir em anúncios pagos são: Google Ads, Facebook Ads, Youtube, Instragram, UOL, entre outros.

Porém, é muito importante que você saiba criar campanhas direcionadas para as pessoas que possuem interesse no seu produto e tem a capacidade de comprá-lo, para que não ocorra de você pagar pelo clique das pessoas sem que elas estejam interessadas em comprar o produto, que é o que te dará o retorno financeiro.

Bem, eu espero que você tenha entendido a diferença entre o tráfego orgânico e o tráfego pago. Você ainda pode escolher por mesclar os dois tipos de tráfego no seu negócio, pois ambos são importantes e tem as suas peculiaridades.

Ainda que você invista no tráfego pago, é importante o estudo de como potencializar os seus resultados para transformar cliques em vendas.

Deixe aqui nos comentários qual forma de tráfego tem utilizado e qual delas tem dado resultado para você.

Não esqueça de compartilhar este artigo com um amigo!

 

Grande Abraço, até mais.

Sobre o Autor: Edson Moreira

>